Por dentro da Pinacoteca e Sala São Paulo

Você sabia que a Pinacoteca é o Museu de Arte mais antigo de São Paulo? E que a Sala São Paulo era na verdade uma estação da antiga Estrada de Ferro Sorocabana? Incrível, não é mesmo? Por isso, separamos aqui, algumas curiosidades sobre esses lugares fantásticos para você ficar por dentro. 

Já pensou quantas histórias, particularidades e curiosidades os prédios antigos da cidade guardam? Pois é, se eles resistiram ao tempo, tem algum motivo. Nossos alunos foram descobrir o que guardam dois desses edifícios e ficaram encantados com a Sala São Paulo e a Pinacoteca do estado. Conheça um pouco mais sobre esses dois lugares e não deixe de fazer uma visita. 

Pinacoteca

A Pinacoteca do Estado de São Paulo ocupa um edifício construído em 1900, que originalmente foi projetado para ser a sede do Liceu de Artes e Ofícios.

Após a reforma conduzida por Paulo Mendes da Rocha na década de 1990, tornou-se uma das mais dinâmicas instituições culturais do país.

A Pina, como também é conhecida, também administra o espaço denominado Estação Pinacoteca, instalado no antigo edifício do DOPS (Departamento de ordem política e social), no Bom Retiro.

A instituição tem um dos melhores e mais completos acervos do Brasil: são 11 000 obras de artistas brasileiros e estrangeiros. De tempos em tempos, as peças em exposição são trocadas. No site do museu, é possível pesquisar cada um dos trabalhos que fazem parte do acervo.

Em 1930, o edifício foi danificado por um incêndio que destruiu, em grande parte, os registros históricos do Liceu de Artes e Ofícios. Após o reparo do prédio, o governo paulista requisitou a cessão de toda a ala direita do edifício para abrigar o Grupo Escolar Prudente de Moraes, passando a ocupar dezesseis salas e duas galerias. Com a diminuição da área expositiva, a direção da pinacoteca realocou parte do acervo, transferindo diversas obras para outros edifícios governamentais

Ao lado da Pinacoteca existe o Jardim das Esculturas. Dentro do Parque da Luz, na parte mais próxima ao museu. Lá estão diversas obras expostas ao ar livre: esculturas de Amilcar de Castro, Marcelo Nietsche e Leon Ferrari.

As paredes em tijolo aparente não foram intencionais. A ideia é que elas fossem rebocadas. Com a reforma, o arquiteto achou que dava uma melhor aparência ao prédio e o manteve deste jeito.

Sala São Paulo

O forro móvel da sala é o elemento mais comentado quando se fala da excelente acústica do local. Outros elementos, no entanto, também são muito importantes, como a disposição dos balcões, a inexistência de carpetes e cortinas, o desenho das poltronas, entre outros.

Para a construção da Sala São Paulo, onde antes funcionava a antiga estrada de ferro Sorocabana, foram utilizados: 15.000 metros cúbicos de concreto, 1.000 toneladas de aço e 4.500 toneladas de areia. Em 9 de julho de 1999, foi realizada a inauguração, com a Sinfonia de número 2, Ressureição, de Mahler. Atualmente, é considerado o espaço com a melhor acústica da América Latina;

Nelson Dupré foi o arquiteto responsável pelo restauro e readequação da Sala São Paulo.

Quando o prédio foi projetado – em 1925, por Christiano Stockler das Neves – a cidade crescia em ritmo acelerado em função da economia do café e das ferrovias. Quando sua construção foi concluída, treze anos mais tarde, a presença de automóveis já começava a minimizar o uso de bondes e trens.

A Osesp – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo – foi fundada em 1954 e hoje é reconhecida internacionalmente por sua excelência. Já realizou turnês pela América Latina, Europa e Brasil e desde 2008 mantém o projeto Osesp Itinerante, realizando concertos, oficinas e cursos pelo interior de São Paulo.

O salário dos 158 músicos (sendo 43 estrangeiros) da orquestra varia entre R$ 9.200,00 e R$ 19.350,00. Os dois spallas (primeiros violinos), Cláudio Cruz e Emmanuele Baldini, são os que ganham mais. O salário de Arthur Nestrovski, atual diretor artístico da Osesp, é de R$ 30.000,00.

Para visitar a Pinacoteca

Endereço: Praça da Luz, 2 – Luz, São Paulo – SP

Bilheteria: Quarta a segunda, das 10h às 17:30.

Entrada: O valor do ingresso é R$ 10,00, sendo R$ 5,00 reais a meia-entrada para estudantes com carteirinha.
Menores de 10 anos e maiores de 60 são isentos de pagamento.
Aos sábados a entrada é gratuita para todos.

Para visitar a Sala São Paulo

Endereço:
 Praça Júlio Prestes, 16 – Campos Elíseos.

Bilheteria: Segunda a sexta, das 10h às 18h; Sábados, quando houver apresentação, das 10h às 16h30 ou até o início do concerto; Domingos e feriados: quando houver apresentação, desde duas horas antes do concerto.

Entrada: valores de acordo com a programação

Compartilhe essa matéria com seus amigos!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Endereço:
Rua Vitoria da conquista, 550
Jardim Presidente Dutra – Guarulhos – SP

© All rights reserved

Made with ❤ by Elementor