Ansiedade infantil

Nos tempos hoje a criança já nasce acelerada, antes mesmo dos dentes de leite saírem, eles já ganham intimidade com o mundo virtual antes dos 2 anos fazendo com que isso tenham acesso a quantidade de informações sem precedentes, com essa imersão precoce tecnológica modificando a forma como lidam com o tempo e maneira de como processam as informações – Ambos fatores colaboram com o nível de ansiedade.

Uma pesquisa realizada por dois Psicólogos Americanos Jeam Twenge (Universidade de San Diego) e Keith Campbell (Universidade da Geórgia), associou que o uso da tecnologia por pequenos a partir de 2 anos amplia o nível de ansiedade e assim maior ocorrência de diagnostico, e criança a partir de 4 anos apresentam o dobro de chances de perder a paciência a cerca de 46% apresentam a menor probabilidade de acalmar-se em situações de excitação ou estresse .
Para a Educadora e Neuropsicológica Adriana Fóz, o problema por si só será sempre o exagero, se desde cedo for a maior distração das crianças pode ser um problema pois ainda não está preparado para lidar com excesso de informações.

O escritor Richard Louv da Rede Internacional, cofundador da rede internacional Children and Nature Network, constatou a falta de contato com a natureza podendo ser a maior contribuinte para o aumento da ansiedade, “não é por acaso que o aumento da urbanização ou pelo menos pelo com a disseminação da urbanização desnaturada, temos incidências cada vez mais comuns de ansiedade e depressão.
Richard Louv é o autor do livro – A última criança na natureza – resgatando nossas crianças de transtornos de déficit de natureza ‘Editora Aquariana‘
Os estudos sugerem que passar tempo ao meio da natureza ajuda as crianças construir confiança a si mesmas, reduzindo os sintomas do transtorno de Defict Atenção.

Devido ao ritimo que levamos com muita tecnologia e pouca natureza a mil atividades extracurriculares o nível de ansiedade aumente até mesmo o comportamento dos pais podem ser determinantes , pais que cobram de seus filhos melhores performances , exemplo: melhores notas, obediência, serem inteligentes enfim uma criança com máxima eficiência e diante de tanta pressão acabam sendo vítimas de cobranças e de sua própria autocobrança tornando–se ainda mais ansiosos.

É ou não é ansiedade Assim como o medo e o estresse ela faz parte da vida. Exemplo, quando ficamos ansiosos pela chegada de um bebê e não preparamos nada para sua chegada essa ansiedade tende a ser um incomodo, porém essa ansiedade deve ser vivida com uma emoção gostosa de algo esperado.

Tão normal quando seu filho fica agitado pela data tão esperada de sua festa de aniversário ou algum evento na escola, isso não quer dizer que seja ansiosa, exige deles uma predisposição que geralmente se preocupam em excesso e querer ter autocontrole das situações, precisamos saber também que somente 4 % dessas crianças de (0 a 18 anos) tem essa predisposição genética.

Por esse motivo não é o caso de correr atrás de psicólogo ou algum tratamento ou até mesmo rotular seu filho como ansioso, vale a pena se perguntar senão estamos respeitando o tempo dele, geralmente queremos em algumas situações que eles se comportem como adultos, ficarem por um tempo indeterminando sentados em um restaurante sendo que isso é uma atividade para adultos, uma hora isso vai cansa-ló, não que nunca poderemos exigir disciplina até podemos mas chegara uma hora que ele ira cansar e irá querer fazer outra atividade, como se entreter com giz de cera e massinha.
Se relacionar com os filhos não é algo inato, precisa ser aprendido, precisamos nos dispor e entrar no mundo deles mesmo que na correria do dia a dia seja difícil, mas vale lembrar que seu filho tem um tempo diferente do seu, vale ficar em alerta e observar se a ansiedade esta dentro dos níveis normais, se isso pode atrapalhar a vida da criança ou seja na escola ou convivência familiar e com os amigos.

Siga as  dicas para  ajudar seu filho.

  • Menos tempo nos eletrônicos
  • Mais natureza
  • Dose de leveza – Educar sim , sobrecarregar não
  • Tempos juntos – Oportunidades de vinculo entre vocês
  • Mergulho nas letras – Ler um livro juntos
  • Na melodia – ouvir musica ou até mesmo tocar um instrumento
  • Brincadeiras para se mexer – brincadeiras de rodas e outros tipos lúdicas
  • Ritmo de respiração – fazer exercício de respirar com calma
  • Ioga ou mindfulness – técnicas para relaxamento e concentração

Compartilhe essa matéria com seus amigos!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Endereço:
Rua Vitoria da conquista, 550
Jardim Presidente Dutra – Guarulhos – SP